WOW PORTO

O vinho como fio condutor

Conheça WOW PORTO em Vila Nova de Gaia

Visitamos o impressionante quarteirão cultural aninhado no coração histórico de Vila Nova de Gaia, no norte de Portugal. O WOW PORTO é uma iniciativa que celebra magnificamente a cultura, a história e os produtos portugueses

Um parque de diversões dedicado ao vinho e à gastronomia. Esta seria uma boa definição para o WOW, sigla para ‘World of Wine’, conjunto de restaurantes, bares, museus e outros espaços visitáveis que ocupa área de 55 mil metros quadrados em Vila de Nova de Gaia, no norte de Portugal

O município está separado do Porto pelas águas do Rio Douro que, nas margens do complexo, no trecho próximo à Ponte Luís I, tem apenas 135 metros de largura. Na prática, portanto, o WOW está numa espécie de extensão do Porto, mais tranquila e silenciosa do que a região central da cidade. E com vista privilegiada: suas instalações, que reaproveitam antigos armazéns e cavas de vinho, são dotadas de grandes janelas panorâmicas, que possibilitam a contemplação plena da linda face sul portuense. 

Com investimento avaliado em 100 milhões de euros e 450 pessoas em seu quadro de funcionários, o WOW foi inaugurado em julho de 2020, após três anos de obras. Pertence à holding britânica The Fladgate Partnership, detentora de três marcas históricas de vinho do Porto: Taylor’s, fundada em 1692, Croft, de 1588, e Fonseca, de 1815. “Nosso desafio foi unir uma marca de mais de 300 anos como a Taylor’s a algo moderno como o WOW”, diz Ricardo Almeida, um dos responsáveis pelo marketing do projeto, entre garfadas num dos agradáveis restaurantes, o Golden Catch, especializado em delícias do mar português. 

Degustação de vinhos no Yeatman | Divulgação

HOTEL VÍNICO

O mesmo grupo empresarial responsável pelo WOW conta com quatro hotéis em Portugal. Me hospedei no mais badalado deles, The Yeatman, no miolo de Gaia, estrategicamente cercado pelos edifícios que integram o WOW. Trata-se de um hotel cinco estrelas dedicado ao vinho, que ocupa área de 31 mil m² e dispõe de 109 quartos luxuosos e espaçosos, de sete modalidades, voltados ao fantástico skyline do Porto, além de um spa completo. 

O termo “vínico”, aqui, não é figura de linguagem. Vai muito além do formato de decantador exibido pela majestosa piscina do hotel — que pode ser contemplada pelos hóspedes desde suas amplas varandas privativas —, dos detalhes decorativos alusivos a tonéis e dos nomes dos quartos, que homenageiam marcas de vinho locais. A adega do Yeatman abrange cerca de 1500 rótulos de mais de 100 produtores. O estoque, de 30 mil garrafas, é renovado três vezes por ano. 

Não à toa, a seleção, elaborada pela especialista Beatriz Machado, recebeu em 2017 o prêmio de melhor carta de vinhos regionais do mundo da revista britânica The World of Fine Wine. Para conhecer em primeira pessoa este autêntico universo de sabores, 96% dedicados à produção vinícola portuguesa, o hotel organiza degustações com seis ou doze tipos de tintos, brancos e Portos.

WOW PORTO YEATMAN CAFÉ DA MANHÃ COM VISTA
Café da manhã no Yeatman com vista para não esquecer | Divulgação
Wine Experience: didática audiovisual | Divulgação

DESMISTIFICANDO

Vinho é o elo conceitual definitivo a unir o The Yeatman e o WOW, que conta com seis restaurantes, dois cafés, uma doceria e um bar, quase todos munidos de cartas vínicas elaboradas minuciosamente. Além disso, entre os seis interessantes museus temáticos que compõem o núcleo de entretenimento cultural do complexo, um deles, o Wine Experience, é inteiramente dedicado à história do vinho.

Outro, o Pink Palace, rende um tributo ao vinho rosé, enquanto o Planet Cork é uma viagem ao mundo da cortiça. Também é possível visitar a fábrica de vinhos do Porto Taylor’s e provar as três variedades principais da bebida, Tawny, Ruby e Vintage, além de inovações da casa, como o Porto Rosé. 

Um raio-x do solo, parte fundamental no cultivo das videiras e resultado na taça | Divulgação
Parte do complexo do WOW PORTO | Divulgação

Mas, em quaisquer desses ambientes, não espere deparar com a chamada “enochatice”. A proposta do World of Wine vai noutra direção. “Não acreditamos que todos tenham que ser especialistas em vinho; queremos aproximar o vinho das pessoas”, explica Ana Maria Lourenço, gerente de relações-públicas do WOW, enquanto circula pelo Wine Experience. 

Uma boa forma de promover essa aproximação se dá por meio dos cursos e degustações disponíveis na The Wine School, uma das atrações mais charmosas do conjunto, afincada numa construção do século XIX antes utilizada pela Croft. Inaugurada em 2021, inicialmente para preparar os empregados — que têm que passar pelo mínimo de sete horas formativas —, a escola de vinhos do WOW hoje está aberta ao público, com experiências voltadas à educação e à degustação de vinhos. A depender do recorte temático e da seleção de títulos experimentados.  The Wine School também organiza excursões a quintas fabricantes de vinho e imersões etílicas em barco, pelas águas do Douro. 

Apenas em 2023, o primeiro ano em que o WOW funcionou totalmente livre das restrições pandêmicas, mais de 7 mil alunos passaram pela escola. “Fazemos a ponte entre a parte técnica e o consumidor”, esclarece, entre uma taça de um branco Caminhos Cruzados e um tinto Casa Cadaval, o seu diretor José Sá, reforçando o mantra de “desmistificação e descomplicação” do vinho.    

The Bridge Collection tem a mais extensa colecção privada de recipientes para bebidas de Portugal | Divulgação

MAGNETISMO DO VINHO

Numa perspectiva mais ampla, além de conferir ao mundo dos vinhos um verniz mais acessível, a chegada do WOW ao Porto também teve como missão colaborar com o aumento de visitantes na cidade e consolidá-la como polo de vinho e gastronomia. “Nos últimos anos, a ocupação turística no Porto aumentou em cerca de 30 ou 40%, mas isso não era o suficiente”, analisa Adrian Bridge, CEO do WOW, na deslumbrante biblioteca do The Yeatman, adornada por tapeçarias verdes e poltronas de couro vermelho. “Damos muita importância ao conteúdo na construção de um destino turístico”, completa o executivo, também proprietário do imponente acervo do The Bridge Collection, museu do WOW especializado em artefatos arqueológicos relacionados a bebidas.

Para Bridge, um tipo de turismo que ofereça algo mais ajuda a aumentar a taxa de permanência dos visitantes na cidade. Por este motivo, o World of Wine foi apelidado por seus próprios criadores de Quarteirão Cultural, alcunha que ajuda a definir a diversidade de atrações englobadas pelo conjunto.

WOW PORTO RESTAURANTE
Prato servido no 1828, um dos restaurantes do WOW Porto | Divulgação

WOW PORTO EM TRÊS RESTAURANTES

Sempre com decorações irretocáveis, atendimento cuidadoso e vistas para o Douro, os restaurantes do WOW primam pela qualidade e a diversidade de opções. Estes foram os três de que mais gostei:

Mira Mira: carro-chefe de alta gastronomia do WOW, é comandado pelo chef Ricardo Costa, detentor de duas estrelas Michelin pelo restaurante do The Yeatman. Tem ambiente moderninho, que combina com o impressionante menu degustação, disponível em quatro ou oito pratos. A harmonizaçãoninclui vinhos como os brancos Longos Vales e Ilha do Pico.

1828: Num imponente salão com um dos melhores panoramas do Porto, esta steakhouse dispõe de um ousado menu degustação que harmoniza carnes vermelhas com vinhos do Porto, como o Fonseca Guimaraes Vintage e o Croft 10 Year Old Tawny.

T&C: Os pratos tradicionais portugueses são o mote deste restaurante, cuja arquitetura aproveita de forma simpática antigos balseiros (grandes barris de vinho do Porto). Experimente o bacalhau com broa de milho ou a francesinha. 

Ambiente do Mira Mira | Divulgação
WOW PORTO WINE EXPERIENCE
Visitas guiadas no The Wine Experience: o contato com componentes das barricas | Divulgação
WOW PORTO E a piscina lúdica do Pink Palace
Pink Palace: o poder do aprendizado lúdico | Divulgação

WOW PORTO EM TRÊS MUSEUS 

Priorizando exposições autoexplicativas, criativas e interativas, os museus do WOW valem realmente a visita. Até detalhes secundários, como a trilha sonora dos espaços, receberam uma cuidadosa atenção. Não se esqueça de espiar as suas irresistíveis lojinhas. As entradas podem combinar ingressos de dois a cinco museus. Crianças pagam cerca de 40% do preço cheio. Entre os mais interessantes estão:

Wine Experience: Para aprender tudo sobre o vinho e sua história, sem se entediar com tecnicismos excessivos. A ala dos meridianos do vinho e a galeria do ilustrador inglês Tim Bulmer, mostrando a personalidade de cada vinho, estão entre os destaques.

The Chocolate Story: Não foi por acaso que a Warner se uniu ao WOW para a promoção do filme ‘Willy Wonka’ em Portugal, em dezembro de 2023. Neste museu dá para o visitante se sentir o próprio fabricante maluco do longa, enquanto aprende tudo sobre o alimento à base de cacau, degustando chocolates da marca própria do grupo, a Vinte Vinte.

Pink Palace: Com uma linguagem visual que não faria feio num set de filmagens do diretor estadunidense Wes Anderson, este museu propõe um passeio lúdico e divertido a um mundo colorido onde reina o vinho rosé. Até numa piscina de bolas cor de rosa dá para mergulhar, entre goles de rótulos deliciosos de produtores como Vale do Bragão e Cartuxa, que despontam no menu degustação de cinco taças.

    UNQUIET Newsletter

    mobil okey oyna
    https://www.fapjunk.com https://pornohit.net
    evden eve nakliyat
    evden eve nakliyat
    akumyolda.comakumyoldaakumyolda.comakumyolda.comakumyolda.comakumyolda.com
    turkceingilizce.gen.trturkceingilizce.gen.tr
    translatedicttranslate dicttranslatedict.com
    Freetranslations.org is a web site to help you to translate to English from tens of languages as a free translator.freetranslationsfreetranslations.org london escorts
    ©UNQUIET 2024 - Todos os direitos reservados
    Think4
    Voltar ao topo