Campos do Jordão SP

Diversão off-road
Suba no seu Mitsubishi 4x4 e prepare-se para conhecer com todo o conforto Campos do Jordão, São Bento do Sapucaí, Gonçalves e Santo Antônio do Pinhal

Oferecimento:

Se a palavra da moda é reinventar, mire-se no exemplo de Campos do Jordão.

A cidade paulista fincada a 180 quilômetros de São Paulo – e a 333 do Rio de Janeiro – teve a vida virada do avesso a partir dos anos 1930. Até então, sua receita vinha de doentes vitimados pela tuberculose. Eles subiam aos 1.628 metros de altitude do município, encravado na serra da Mantiqueira, para se tratar em meio à atmosfera mais propícia das montanhas. Com o surgimento da penicilina, os antigos sanatórios foram dando lugar a chalés ao estilo normando ou suíço. Era a vez de Campos de Jordão se reinventar – desta feita como destino turístico de inverno.

Já nos anos 40, foram inaugurados dois hotéis de porte e com serviços de primeira: o Grande Hotel e o Hotel Toriba. Bem que tentaram convencer os hóspedes a aparecer em outras estações. Acenavam como lugar ideal para festas de casamento e convenções de empresa. O Grande Hotel não conseguiu. Esteve fechado por mais de duas décadas. Reabriu em 1982, já como hotel-escola. Seu pé-direito alto e o mobiliário art déco ainda são um charme e tanto. Há quem venha apenas para apreciar as redondas da Arte de Pizza. Este restaurante interno, que só funciona à noite, utiliza ingredientes especiais, como queijo Serra da Estrela e grana padano com mel trufado.

Foto: iStock
Grande Hotel – Arte da Pizza (Divulgação)
Hotel Toriba (Reprodução site Hotel Toriba)
Hotel Toriba – Chalé Manacá (Reprodução site Hotel Toriba)

O Hotel Toriba jamais fechou. Manteve os 11 belos afrescos do italiano Fulvio Pennacchi no restaurante que leva o nome do pintor, bem como o chá da tarde. As tortas doces, sanduíches, torradas e amanteigados mantêm a qualidade dos velhos idos, quando às 5 da tarde em ponto – hora que o Sol começa a se esconder por trás das araucárias –, as senhoras vinham seguir uma tradição britânica. O chá é servido agora do terraço panorâmico, entre 16h e 18h30. O restaurante Toribinha, também dentro do hotel, prepara aquela que é considerada a melhor fondue da Mantiqueira.

O Toriba soube se antecipar à segunda reinvenção de Campos do Jordão. A cidade, de 52 mil habitantes, aprendeu a se apresentar não só como destino de inverno – ainda que este seja o seu auge, a começar pelos concertos de música erudita. A verdade é que Campos passou a ser procurada o ano todo. Sintoma óbvio dessa conquista é a cervejaria Baden Baden. Instalada no boulevard Genève, no bairro de Vila Capivari, faz sucesso com uma bebida típica do verão, embora também capriche nas cervejas mais adequadas aos dias frios, como as encorpadas stout. Trata-se de endereço dos mais festejados no “Centrinho” – como os jovens chamam Capivari.

Pontremoli (Reprodução site Restaurante Pontremoli)

Inaugurada em 1985, a Baden Baden veio se juntar às atrações já tradicionais, incluindo a Geleia dos Monges (aberta três anos depois), as salsichas artesanais do Harry Pisek e, de uns tempos para cá, os cortes argentinos da churrascaria Bonanza Grill. Há menos de dois anos, Campos do Jordão ganhou outra cervejaria, a Gard. Fica em uma fazenda. Aliás, gard quer dizer fazenda em dinamarquês, nacionalidade do avô de um dos idealizadores. São 15 sabores de cervejas artesanais, produzidas ali mesmo.

A exemplo do Gard, Campos também tem atrações novíssimas na área gastronômica. Na mesma avenida da cervejaria, o Dois Rios pratica cozinha portuguesa de primeira. É dos mesmos sócios do A bela Sintra, em São Paulo. Já o Pontremoli (o nome homenageia uma comuna na Toscana) insere-se na culinária italiana, mas para ser apreciada sem pressa, no sistema SlowFood. Nos dias mais tépidos, em mesas ao ar livre, sobre um deck. SlowFood é, ainda, a orientação do Empório dos Mellos, mescla de mercearia de produtos regionais (queijos, cachaças, azeites, pães de fermentação natural) com inventiva releitura da cozinha caipira.

Também nos passeios, Campos do Jordão se divide entre os tradicionais e as novas atrações. Entre os primeiros, uma dica é subir ao pico do Ipapeva, de 2.025 metros de altitude. Lá de cima divisam-se até 15 cidades do Vale do Paraíba. Dica menos cansativa é ouvir as irmãs beneditinas, freirinhas semi-enclausuradas, entoando cantos gregorianos. Sempre às 17h45, na capela do Mosteiro de São João.

Cervejaria Baden Baden – Campos do Jordão (Foto: Marco Ankosqui_MTur – Flickr)
Jardim dos Pinhais (Rosanetur – Flickr)
Amantikir Park (Noel Portugal – Flickr)

Vai bem, ainda, uma visita ao Museu Felícia Leirner. Ali, 85 esculturas desta artista polonesa radicada no Brasil estão “plantadas” em um jardim, como flores num descampado. Já o Palácio Boa Vista, mais conhecido por Palácio do Governo, desde 1964 residência de inverno dos governadores paulistas, tem no acervo obras de Di Cavalcanti, Portinari e outros pintores brasileiros. A mais procurada é Operários, de Tarsila do Amaral. Entre as curiosidades, a cama extra-large, especialmente moldada para a visita do general Charles De Gaulle, que media 1,96 m. O estadista francês merecia noites de bom sono.

Nem todo mundo sabe, mas o nome do município se deve ao fato de que a região já foi quase toda uma propriedade rural do brigadeiro Manuel Rodrigues Jordão, que adquiriu as terras em 1825. Parte da mata original é conservada no Parque Estadual Campos do Jordão, mais conhecido por Horto Florestal. São 5,3 quilômetros quadrados, com trilhas, lagos de carpas e orquidários. Programa similar – e muito bom –, o Parque Amantikir, inaugurado em 2007, impressiona pelos pormenores para manter 700 espécies de plantas, em 6 quilômetros quadrados.

Passeios mais recentes, mas igualmente ótimos, incluem o Zoom Bike Park. São 17 trilhas para mountain bike, all mountain e XC. Tudo com a mais louvável infraestrutura. Da mesma maneira, o Tarundu pode ser definido como um amplo e moderno parque de diversões. Reúne 35 atrações que a garotada adora. Os adultos, idem. Há de pista de patinação no gelo a paintball, passeios a cavalo e de charrete.

Para dormir muito bem em Campos do Jordão há hoje diversos endereços, além daqueles hotéis erguidos ainda nos anos 40. O Botanique Hotel & Spa, instalado a 12 quilômetros do Centro, com ousada arquitetura que incorpora pedras gigantescas, oferece 11 vilas, espaçosas e luxuosas. Ainda maiores são as casas a serem alugadas na Matueté Villas. A de número 5 tem nada menos que sete suítes.

Quem aprecia os caminhos off-road tem tudo para adorar a região. Há bons passeios curtos, como o caminho para o Vale da Água Santa e para o pico do Imbiri. Mas o melhor está nas veredas que ligam às cidades do sul de Minas Gerais. Em especial para Piranguçu e para a região de Luminoza (distrito de Brazópolis).

Caminho menos áspero leva à cidade de São Bento de Sapucaí, 32 quilômetros adiante de Campos. Fica ali a Pedra do Baú, complexo rochoso formado pelo Baú, Bauzinho e pela Ana Chata. Ao Bauzinho é fácil chegar de carro, a partir de Campos. Os 10 minutos finais são feitos a pé, sem maiores esforços. Mas há quem prefira ir ao Baú por São Bento do Sapucaí. Tal feito exige encarar 600 degraus de ferro encravados na rocha até o pico, a 1.950 metros de altitude. Melhor requisitar a companhia de guias experientes, como os da Baú Ecoturismo.

Instalada a 886 metros do nível do mar e habitada por 11 mil viventes, a pacata São Bento do Sapucaí oferece mais do que a Pedra do Baú. Boa hospedagem, por exemplo, na Pousada do Quilombo. Construída numa área de 7 alqueires, tem piscina, jacuzzi ao ar livre e arvorismo.

Um dos programas na cidade é adquirir arte e artesanato, sempre no bairro do Quilombo. A casa e ateliê de Ditinho Joana é o principal endereço. Ele esculpe em madeira, com talento. Ali perto, o Arte no Quilombo é um pavilhão montado pela prefeitura em que dezenas de artesãos exibem seus trabalhos. Programa imperdível é um almoço na Villa Santa Maria, incrustrada em adorável área verde, com vista excepcional. O chef Roque de Souza Lima Neto baseia-se na culinária italiana, mas com receitas bem particulares.

Na realidade, o almoço é a parte final de um ritual. Antes de chegar, você vai cruzar com toda a tranquilidade um riacho límpido com fundo de pedras.
Segue-se uma agradável visita guiada aos vinhedos. A Villa Maria plantou ali 60 mil pés de uvas viníferas – sobretudo bordalesas – e produz vinhos de qualidade (em sua maioria, assemblages, com cortes bem elaborados). No rótulo das garrafas, o nome Brandina – uma homenagem à avó italiana dos proprietários. Tintos, brancos e rosés são degustados com vagar, antes de iniciado o almoço no restaurante Bruschetteria da Villa. Passa-se então à apreciação de um menu-degustação, que pode tomar boa parte da tarde. Inesquecível.

Pico Agudo (Marilane Borges – Flickr)
Geminus Gastroart (Reprodução site Geminus Gastroart)

De São Bento de Sapucaí a Gonçalves são apenas 21 quilômetros. A cidade com nome de sobrenome, situada a 1.350 metros, onde vivem 4.200 pessoas, no entanto, já está em outro estado, o de Minas Gerais. Se você pensou em pãezinhos de queijo, pensou certo. Ainda assim, se surpreenderá com a comida mineira feita com técnicas francesas do Geminus Gastroart. Os dois chefs, irmãos, trabalharam com Alex Atala e na Europa. Do mesmo nível são as geleias produzidas sem conservantes pela A Senhora das Especiarias.

Ainda melhor é a hospedagem no Punta Blanca Farm. Os cinco chalés, com vista para as montanhas – e perto de uma cachoeira –, unem o rústico ao luxo, com bastante espaço e aconchego. E total privacidade. O lugar é indicado para casais. Um dos chalés oferece o romantismo de duas banheiras – daquelas antigas, com pé e tudo – dispostas em paralelo, ao ar livre, com uma estratégica mesinha a uni-las. Ficam diante de uma paisagem deslumbrante, de modo a propor um irresistível drinque em conjunto no meio da tarde – ou até mesmo noturno. Bebidas e comidinhas também inspiradoras podem ser adquiridas no descolado mercado interno. Vendem-se ali, ainda, estupendos cortes de carne para serem levados à brasa, sem transtornos, nas churrasqueiras de cada chalé.

Para completar seu circuito off-Campos, a cidade de Santo Antônio do Pinhal, distante 17 quilômetros, também é muito tranquila. Tem 6.800 moradores. Instalada a 1.143 metros de altitude, tem como principal atração o Jardim dos Pinhais. Trata-se de um parque com recantos temáticos (italiano, japonês, montanhês, tropical, desértico). Bom para levar as crianças. Outro programa é almoçar no Donna Pinha, da chef Anouk Vasconcellos Rosa. Sua culinária privilegia a produção local de hortaliças e peixes – sobretudo a truta.

Já os mais atirados – em todos os sentidos – podem fazer um voo duplo (acompanhado) de parapente ou asa-delta com a equipe do Pico Agudo. Pois é, a região soube mesmo se reinventar. De enclave para recuperação de doenças pulmonares, virou um polo de esportes radicais.

Pico Agudo (Ana Paula Hirama – Flickr)

Serviço

Grande Hotel – Avenida Frei Orestes Girardi, 3.549, (12) 3668-6267, grandehotelsenac.com.br

Hotel Toriba – Avenida Ernesto Diederichsen, 2.962, Vila Matilde, (12) 3668-5000, toriba.com.br

Baden Baden – Rua Djalma Forjaz, 93, Loja 10, Vila Capivari, (12) 3663-3610, obadenbaden.com.br

Geleia dos Monges – Rua Júlio Gonçalves Pinto, 211, Vila Cristina, (12) 3662-1346.

Harry Pisek – Avenida Pedro Paulo, 857, Jardim Embaixador, (12) 3663- 4030, restauranteharrypisek.com.br

Bonanza Grill – Estrada Paulo Costa Lenz César, 1.360, Alto do Lajeado, (12) 99759-8999, bonanzagrill.com.br. Só funciona nos fins de semana e nos feriados.

Horto Florestal – Avenida Pedro Paulo, s/n, (12) 99607-0501, parquecamposdojordao.com.br

Gard – Avenida Pedro Paulo, s/n, Horto Florestal, (12) 99117-6522

Dois Rios – Avenida Pedro Paulo, 3.275, Descansópolis, (12) 3663-4772, facebook.com/DoisRiosRestaurante

Pontremoli – Rua das Hortências, 605, (12) 99794-1213, restaurantepontremoli.com.br. Exige reservas.

Empório dos Mellos – Rua Elídio Gonçalves da Silva, 1.800, (12) 99751-2601

Mosteiro de São João – Avenida Adhemar de Barros, 330 (caminho do Palácio do Governo), (12) 3673-1060, mosteirosaojoao.org.br

Museu Felícia Lerner – Avenida Dr. Luís Arrobas Martins, 1.880, Alto da Boa Vista, (12) 3662-6000, meseufelicialeiner.org.br

Palácio Boa Vista – Avenida Adhemar de Barros, 3.000, Jardim Dirce, (12) 3668-9700, camposdojordao.com.br

Zoom Bike Park – Avenida Pedro Paulo, 7.997, (12) 3663-3746, zoombikepark.com.br

Amantikir – Rua Simplício Ribeiro de Toledo Neto, 2.200, Gavião Gonzaga, (12) 99634-6784, parqueamantikir.com.br

Tarundu, Avenida José A. Costa Manso, 1.515, Toriba, (12) 3668-9595, tarundu.com.br

Botanique Hotel & Spa – Rua Elídio Gonçalves da Silva, 4.000, Bairro dos Mellos, (12) 3662-5800, botanique.com.br

Matueté Villas – É preciso fazer o contato em São Paulo, (11) 3071-4515, matuetevillas.com.br

Baú Ecoturismo – Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 143, São Bento do Sapucaí, (12) 99737-5968.

Pousada do Quilombo – Rodovia Benedito Cândido Ribeiro, 1.403, São Bento do Sapucaí, (12) 3971-2688, pousadadoquilombo.com.br

Ditinho Joana – Bairro do Quilombo, São Bento do Sapucaí, (12) 3971-2579, atelieditinhojoana.com.br

Arte no Quilombo – Estrada Benedito Cândido Ribeiro, km 2,5, Quilombo, São Bento do Sapucaí, (12) 3971-2669, artenoquilombo.com.br

Villa Santa Maria – Estrada Municipal José Theotônio da Silva, s/n, Bairro do Baú, Santo Bento do Sapucaí, (12) 99746-6298, villasantamaria.com.br. De quinta a domingo, das 11h às 17h.

Geminus Gastroart – Estrada dos Venâncios, 3 km de terra, Cachoeira do Simão, Gonçalves (35) 9977-0306, legourmetbistrot.com.br

A Senhora das Especiarias – Avenida Francisco Tertuliano Ribeiro Neto, 30, Gonçalves, (35) 3654-1450, asenhoradasespeciarias.com.br

Rancho Punta Blanca – Reservas: (11) 93384-4577 ou o e-mail ranchopuntablanca@gmail.com, puntablancafarm.com

Jardim dos Pinhais – Avenida Antônio J. Oliveira, 2.600, Santo Antônio do Pinhal, (12) 3666-2021, jardimdospinhais.com.br

Donna Pinha – Avenida Antônio Joaquim de Oliveira, 647, Centro, Santo Antônio do Pinhal, (12) 3666-2669, donnapinha.com.br

Pico Agudo – Avenida Pico Agudo, (12) 3666-2105 e (12) 99157-1000, Santo Antônio do Pinhal, picoagudo.com.br

Operários, de Tarsila.

Galeria de Imagens

    UNQUIET Newsletter

    mobil okey oyna
    https://www.fapjunk.com https://pornohit.net
    evden eve nakliyat
    evden eve nakliyat
    akumyolda.comakumyoldaakumyolda.comakumyolda.comakumyolda.comakumyolda.com
    turkceingilizce.gen.trturkceingilizce.gen.tr
    translatedicttranslate dicttranslatedict.com
    Freetranslations.org is a web site to help you to translate to English from tens of languages as a free translator.freetranslationsfreetranslations.org london escorts
    ©UNQUIET 2024 - Todos os direitos reservados
    Think4
    Voltar ao topo