Primavera Sound

Primavera dominando o mundo...

Patrocínio:
primavera sound

Mesmo sendo uma apaixonada por festivais, demorei bastante para conhecer o Primavera Sound. O que me levou para Barcelona foi o projeto de dar a volta ao mundo em eventos musicais que realizei em 2016. Aquela era a hora, não dava mais para adiar, especialmente porque o último dia do festival era exatamente no meu aniversário e muitos amigos estariam na cidade. Além disso, o line-up era impecável fazendo brilhar os olhos de qualquer indie como sempre. Radiohead, LCD Soundsystem, Sigur Rós, The Avalanches e PJ Harvey eram alguns dos headliners.

A partir de fotos e resenhas, eu sempre tinha dificuldade para imaginar o Primavera Sound ao vivo. Sempre me pareceu um festival árido com concreto para todo lado sem áreas verdes, algo tão comum nos festivais pelo mundo. O Primavera  acontece no Parc del Fòrum, um parque público ao norte da capital catalã, construído à beira-mar em 2004 para receber o Fórum Universal das Culturas. Um dos marcos do espaço é um imenso painel solar chamado “Placa Fotovoltaica”, que é hoje um dos cartões-postais do Primavera Sound Barcelona. Não há álbum de foto em que esse painel não apareça.

Foto: Ola Persson
Palco do primavera sound
Foto: Ola Persson

Em 2016 ainda não era possível transitar pela praia, mas a edição mostrou indícios de mudanças ao escalar mais artistas da música eletrônica do que o habitual, incluindo o duo alemão Moderat, que fechou o festival num dos palcos principais. Foi uma das melhores festas de aniversários que eu já tive!

No ano seguinte, o Primavera Sound retornou muito mais robusto com novos palcos totalmente dedicados à música eletrônica, abraçando um novo filão de público. A organização acertou em cheio ao convidar um dos melhores festivais de música eletrônica do mundo, o holandês Dekmantel, para assinar a curadoria de artistas na época. Finalmente a praia foi ocupada com festas começando ao meio-dia dando um clima de verão, mais relaxado, ao festival. Construíram um restaurante pop up pé na areia para garantir o almoço dos festeiros antes de encarar a maratona que atravessa a madrugada por três dias.

Pessoas no Primavera Sound na praia
Foto: Lalai Persson

Além desse cantinho na praia, o festival não tem mesmo muita área verde, mas tem uma produção impecável para garantir o conforto do público e agradar a todos os gostos, especialmente adeptos da área VIP. Além do acesso privilegiado a três dos principais palcos, há algumas áreas fechadas, bem confortáveis, com bares (com preços melhores!), restaurantes (com menos filas!) e banheiros, de onde também é possível assistir à distância (mas com ótima visibilidade) os shows dos dois palcos principais, que ficam um de frente para o outro, e os do palco Primavera Sound, o terceiro maior. 

A área do Primavera é tão grande, que traslados gratuitos levam os mais cansados (ou apressados) de um lado para o outro. A distância entre um extremo e outro do festival é de mais de 2 quilômetros com pessoas acotoveladas. Ou seja, programar o que quer assistir é imprescindível para não gerar frustração. Mesmo acompanhando o crescimento frenético nos últimos três anos pré-pandemia, nada nos preparou para a surpresa de ver o Primavera Sound 2022 ser anunciado num tamanho ainda maior. Serão dois fins de semana com programação completamente diferente, causando aquele famoso mal-estar ocasionado por “ter que escolher” em qual ir. Eu optei pelo segundo e o menos concorrido, pois uma das minhas bandas favoritas, o Yeah Yeah Yeahs, é um dos headliners. 

Foto: ScannerFM
Primavera Sound: pessoas na praia
Foto: Lalai Persson
Foto: Facebook

Depois de finalmente escolher em qual fim de semana ir, a próxima surpresa veio com os anúncios de exportação do Primavera Sound para a América Latina com edições previstas para acontecer em novembro de 2022 em São Paulo (ocupando todo o Anhembi), Santiago (Chile) e Buenos Aires (Argentina). Ou seja, com o euro nas alturas, será ótimo ter um festival deste porte acontecendo por aqui.

Além dessas cidades, o Porto mantém uma versão menor do Primavera Sound, já há alguns anos, num belo parque da cidade. Los Angeles ganha também uma edição a partir de 2022. Ou seja, agora é escolher para qual lugar ir, opções não faltam. 

Após quatro edições, eu assumo que o Primavera Sound está na minha lista dos favoritos. O line-up sempre traz surpresas e aparições improváveis, junta artistas que agradam a todas as idades e os emergentes estão quase todos lá, além de abranger bem os estilos musicais. Tem as festinhas em clubs da cidade, promove uma ótima conferência para quem trabalha na indústria da música e sempre acontece em dias ensolarados (mas lembre-se que em Barcelona ele acontece no início de junho, então é bom ter sempre uma roupa mais quentinha).

Foto: Ola Persson

Para dar conta, a minha recomendação final é: não deixe de ir com um bom tênis de corrida! Ele vai garantir o conforto para as correrias de um palco para o outro por três dias sem acabar com seus pés (e pernas).

Spoiler: rumores de que o governo local de Barcelona ainda não autorizou a edição de 2023 fez os organizadores do Primavera Sound cogitarem a mudança para Madri. Aparentemente, o novo modelo do festival acontecendo durante dois finais de semana não agradou as autoridades locais. 

Serviço:

Primavera Sound Barcelona: 2 a 12 de junho, 2022, no Parc del Fòrum
Headliners 1º fim de semana – 2 a 4 de junho: Massive Attack, Pavement, Tambe Impala, Beck, The National, The Strokes, Gorillaz, Jorja Smith, Nick Cave e Tyler, The Creator
Headliners 2º fim de semana – 9 a 11 de junho: Dua Lipa, Gorillaz, Interpol, Tyler, The Creator, Lorde, Massive Attack, The Strokes, Jorja Smith, Megan Thee Stalion, Tame Impala e Yeah Yeah Yeahs.

Entre os dias 5 e 8 de junho acontece o “Primavera a La Ciutat”, com diversos shows de artistas do line-up dos fins de semana. No dia 12 de junho a festa se encerra com o “Brunch on the Beach”, com Amelie Lens, Nina Kraviz, Peggy Gou, Monolink, Nicola Cruz, entre outros.
Ingressos de 110 euros (por dia) a 850 euros (VIP para os dois fins de semana), mas todos esgotados com fila de espera. Ingresso para o brunch na praia por 45 euros.
Primavera Sound Porto: 9 a 11 de junho, 2022, Parque da Cidade
Headliners: Tame Impala, Gorillaz, Nick Cave and the Bad Seeds, Beck, Interpol e Pavement
Ingressos para os 3 dias ainda disponíveis por 140 euros ou 60 euros por dia.
Primavera Sound Los Angeles: 16 a 18 de junho, 2022, La State Historic Park
Headliners: Arctic Monkeys, Lorde e Nine Inch Nails
Ingressos ainda não anunciados.
Primavera Sound São Paulo: 31 de outubro a 6 de novembro, 2022, no Anhembi

Entre os dias 5 e 8 de junho acontece o “Primavera a La Ciutat”, com diversos shows de artistas do line-up dos fins de semana. No dia 12 de junho a festa se encerra com o “Brunch on the Beach”, com Amelie Lens, Nina Kraviz, Peggy Gou, Monolink, Nicola Cruz, entre outros.
Ingressos de 110 euros (por dia) a 850 euros (VIP para os dois fins de semana), mas todos esgotados com fila de espera. Ingresso para o brunch na praia por 45 euros.
Primavera Sound Porto: 9 a 11 de junho, 2022, Parque da Cidade
Headliners: Tame Impala, Gorillaz, Nick Cave and the Bad Seeds, Beck, Interpol e Pavement
Ingressos para os 3 dias ainda disponíveis por 140 euros ou 60 euros por dia.
Primavera Sound Los Angeles: 16 a 18 de junho, 2022, La State Historic Park
Headliners: Arctic Monkeys, Lorde e Nine Inch Nails
Ingressos ainda não anunciados.
Primavera Sound São Paulo: 31 de outubro a 6 de novembro, 2022, no Anhembi
Entre os dias 5 e 8 de junho acontece o “Primavera a La Ciutat”, com diversos shows de artistas do line-up dos fins de semana. No dia 12 de junho a festa se encerra com o “Brunch on the Beach”, com Amelie Lens, Nina Kraviz, Peggy Gou, Monolink, Nicola Cruz, entre outros.
Ingressos de 110 euros (por dia) a 850 euros (VIP para os dois fins de semana), mas todos esgotados com fila de espera. Ingresso para o brunch na praia por 45 euros.
Primavera Sound Porto: 9 a 11 de junho, 2022, Parque da Cidade
Headliners: Tame Impala, Gorillaz, Nick Cave and the Bad Seeds, Beck, Interpol e Pavement
Ingressos para os 3 dias ainda disponíveis por 140 euros ou 60 euros por dia.
Primavera Sound Los Angeles: 16 a 18 de junho, 2022, La State Historic Park
Headliners: Arctic Monkeys, Lorde e Nine Inch Nails
Ingressos ainda não anunciados.
Primavera Sound São Paulo: 31 de outubro a 6 de novembro, 2022, no Anhembi
Headliners: Travis Scott, Arctic Monkeys, Lorde e Björk
Ingressos de 410 reais (por dia) a 2600 reais (VIP).

Primavera Sound Buenos Aires: 7 a 13 de novembro, 2022, Parque Bicentenario Cerrillos
Primavera Sound Santiago: 7 a 13 de novembro, 2022, Parque de los Niños

    UNQUIET Newsletter

    Voltar ao topo